• Você está em: 
  • Home
  • Notícias

20/09/2013 - NO SINPOL, DIRETORIA DA SCUDERIE DETETIVE LE COCQ TOMA POSSE

Ap?s 5 anos foi reativada a  Scuderie Detetive Le Cocq. Na elei??o do dia 31 de agosto, os associados elegeram presidente, o papiloscopista Humberto Fittipaldi e vice-presidente, o instrutor da Acadepol, Jos? Dias de Moraes. A posse dos 18 novos diretores aconteceu hoje (20/09) na sede provis?ria do SINPOL ? Rua Riachuelo n? 191 A, Centro do Rio.

                                          Diretores discutem as diretrizes da Scuderie Le Cocq

Foi criada em 1965  para vingar a morte em servi?o de Milton Le Cocq, famoso detetive de pol?cia do Estado do Rio de Janeiro e integrante da guarda pessoal de Getulio Vargas. Ele foi morto em 1964 por Manuel Moreira, conhecido como "Cara de Cavalo" - esse marginal atuava na Favela do Esqueleto onde se encontra atualmente a UERJ. Nas d?cadas de 50 e 60, Le Cocq que integrou ? seguran?a pessoal do ex-presidente Get?lio Vargas, se notabilizou por prender bandidos  perigosos.
A escuderia transformou-se em associa??o e chegou a reunir sete mil associados e admiradores. Seu objetivo era a repress?o ao crime. O grupo era liderado pelos chamados ?Doze Homens de Ouro", entre os policiais escolhidos na for?a de elite da pol?cia pelo Secret?rio de Seguran?a P?blica do Rio de Janeiro, Luis Fran?a, para "limpar" a cidade.

                       Bandeira recebe o Kit da Scuderie tendo ao lado Guilherme Le Cocq e Fittipaldi

?Hoje, os tempos s?o outros,? diz o diretor jur?dico da Scuderie, Guilherme Le Cocq, sobrinho do famoso detetive que inspirou a cria??o da confraria de policiais.  Ele entende que Scuderie Detetive Le Cocq pode ressurgir como uma das vozes da classe policial e jur?dica com vi?s no assistencialismo, ajudando a popula??o em casos de emerg?ncia e calamidade p?blica, como ?s enchentes na Regi?o Serrana em 2011 e 2012. A Scuderie ? uma institui??o filantr?pica de utilidade p?blica estadual e se prop?e a incentivar o desenvolvimento social. ?Nosso lema ? servir, servindo perpetuamos Le Cocq?, declara Guilherme Le Cocq.

                                                     O dirigente Ronaldo Santos recebe o seu diploma

J? o novo presidente, Humberto Fittipaldi, disse que a volta da Scuderie resgatar? o brilhantismo de uma institui??o que tem quase 50 anos com relevantes servi?os prestados ? sociedade e ? comunidade policial civil.

? Em breve, estaremos recebendo novos associados que queiram ajudar a Scuderie, participando, sobretudo, de a??es sociais que contribuir?o para melhorar a imagem da pol?cia junto ? popula??o, dispara o presidente Fittipaldi. ?Tamb?m criamos hoje o novo Esquadr?o de Motociclistas (EM), cuja dire??o ficar? a cargo do advogado, Paulo S?rgio Rodrigues, objetivando reunir os policiais propriet?rios de motos que desejam fazer parte do grupo?, destaca Humberto Fittipaldi. Foi aprovado ainda que o Moto Clube Sangue de Matilha passa a ter uma parceria exclusiva com a dire??o da Le Cocq. O Sangue de Matilha ? dirigido pelo ex-policial civil Fabiano Jacob, membro do Conselho de Justi?a e Disciplina da Scuderie.

                                                O PC Ronaldo Sampaio assina a ata de posse

O presidente do SINPOL, comiss?rio Fernando Bandeira (abaixo), disse que ? uma honra para o Sindicato receber em suas depend?ncias a nova diretoria da Scuderie Detetive Le Cocq, lembrando que foi associado da confraria na ?poca em que a Scuderie era dirigida pelo detetive Sivuca, ex-integrante do Esquadr?o Motorizado da Pol?cia Especial. Essa divis?o funcionava no pr?dio antigo da Chefatura de Pol?cia, localizado ? Av. Henrique Valadares, onde hoje se agrupam alguns ?rg?os da Pol?cia Civil como o Museu, DFAE e a CORE.

Os novos dirigentes da Scuderie Detetive Le Cocq s?o: Humberto Fittipaldi (presidente), Jos? Dias de Moraes (vice-presidente), Ronaldo Ara?jo dos Santos (diretor de fiscaliza??o), H?lio Francisco de Assis (diretor Financeiro), Rodolfo Guilherme Le Cocq (diretor jur?dico), Carlos Edgar Ainsworth (assessor jur?dico), Everson Chermale Alves (diretor de comunica??o), Zoraide Vidal (diretora social), Manoel Mazaira Vasquez (diretor de administra??o), Alexandre dias Pinto (diretor de rela??es p?blicas e divulga??o), Ronaldo da Silva Sampaio (diretor de patrim?nio), e H?lio Francisco de Assis (presidente do Conselho de Justi?a e Disciplina).

                                      Guilherme Le Cocq (C) recebe o diploma de Fittipaldi

                       O policial Fabiano Jacob toma posse no Conselho de Justi?a e Disciplina

                       Everson Chemale toma posse como diretor de comunica??o da Scuderie Le Cocq

         Fabiano Jacob (de preto) entrega o diploma para Paulo S?rgio, do Esquadr?o de Motociclistas

                                    A diretora Social, Zoraide Vidal, entre Fittipaldi (E) e Carlos Edgard

                      Compuseram ? mesa: Bandeira (E), Guilherme Le Cocq, Moraes e Carlos Edgard